Envie Fotos,Vídeos,Mp3,Blogs,Fóruns,Comunidades,Slides,Eventos,e Compartilhe com sua Igreja ,Ministério,Familiares e as Suas Redes Sociais

Você Já Pode Adquirir o CD - Dupla Honra Cantora Mary Leandro FRETE JÁ INCLUSO - Receba na sua Casa Contato - (83) 9 81168227 Wattsapp- (011) 9 9660-2968 O CD da Cantora Mary

Aniversários

Não há aniversários hoje

Resumo Rápido da Lição 8, Abigail, um Caráter Conciliador, Pr. Henrique

I - ABIGAIL, UM POUCO DE SUA HISTÓRIA
O caráter é formado na infância, sendo influenciado por pessoas a nossa volta com quem convivemos. Acredita-se que nos 3 primeiros anos de vida o caráter seja impresso.
Quando aceitamos a JESUS como único Salvador e Salvador, nascemos de novo e aí vamos aprender a ter um novo caráter. Depende muito agora do discipulado. Quem está perto de nós, quais crentes vão nos imprimir o caráter novo. Se estes crentes se parecerem com JESUS CRISTO, teremos um caráter Excelente, mas se estes crentes tiverem mau caráter, então nós teremos que lutar muito durante nossa vida cristã para corrigir esse mau caráter e nos tornarmos mais parecidos com CRISTO.
Se algum crente em sua igreja tem mau caráter não o culpe, mas culpe-se a si mesmo que não o ensinou a ter um caráter melhor por seu testemunho.
Curiosidades
O nome de Calebe volta aparece 400 anos depois de sua morte: Um descendente distante, Nabal, foi um homem insensato do Monte Carmelo que se levantou contra Davi (1Sm 25). Nabal morreu e Davi casou com sua mulher, Abigail. Com ela e mais duas mulheres, Davi refugia-se em Hebrom (1 Samuel 2:2). Ou seja, Davi casa com a mulher do descendente de Calebe, refugia-se e é ungido no monte de Calebe. Loucura!
Em Hebrom, o monte de Calebe, também moravam os descendente de Levi, da família de Coate (Josué 21.10 a 11) e havia ainda uma cidade-refúgio para os homicidas (Josué 21.13).
Outros fatos importantes do Monte Hebrom: 
Morada de Abraão (Gênesis 13.18)
Local da morte de Sara (Gênesis 23.2)
Local do túmulo de Abraão, Isaque e Jacó (Gênesis 23.14 a 20)
Unção de Davi como rei (1 Samuel 5.1 a 5)
Hoje, Hebrom é uma cidade da Cisjordânia (domínio árabe), sob ocupação de Israel desde 1976, com população majoritariamente árabe.
Conclusão
Calebe é um referencial bíblico de perseverança nas promessas de Deus, disposição nas batalhas e conquistas completas. Saiu da escravidão egípcia, cruzou 40 anos de deserto, vivendo sinais poderosos, venceu 33 reinos em Canaã e conquistou o monte de sua herança. Que você tenha um ano de grandes e completas conquistas! Nunca desista!
Vamos falar de Abigail nesta lição e uma qualidade excelente dela, seu caráter conciliador, mas não se esqueça de que era adúltera. Davi já era casado e a lei proibia novo casamento. Copie só o bom. Ela não serve de exemplo para famílias. Depois desse episódio não se vê nada de importante que tenha feito na história bíblica. Seu casamento não é exemplo para famílas, pois Davi logo se casa com outra mulher, mostrando que não foi boa essa união diante de DEUS. Davi se casou com 8 mulheres e teve mais de 20 filhos. Estes lhe deram muito trabalho a vida toda.
Calebe aos 85 anos tomou a Hebrom por herança entre os filhos de Israel.
Nabal era descendente da tribo de Calebe, da tribo de Judá, morador de Hebrom - isso por parte de mãe, pois Calebe era descendente dos Quenezeus por parte do pai. 
Davi tinha 400 homens a seu serviço (depois este número aumentou para 600 homens). 
1 Sm 22.1, 2 diz: Então Davi se retirou dali, e escapou para a caverna de Adulão; e ouviram-no seus irmãos e toda a casa de seu pai, e desceram ali para ter com ele. E ajuntou-se a ele todo o homem que se achava em aperto, e todo o homem endividado, e todo o homem de espírito desgostoso, e ele se fez capitão deles; e eram com ele uns quatrocentos homens. 
Davi providenciou comida e segurança para os jovens tosquiadores de Nabal nas montanhas de Carmelo (cidade perto de Maon, a 2 Km ao sul).
1 Sm 25.7 Agora, pois, tenho ouvido que tens tosquiadores; ora, os pastores que tens estiveram conosco; agravo nenhum lhes fizemos, nem coisa alguma lhes faltou todos os dias que estiveram no 
Carmelo.
Em 1 crônicas 3 fala sobre Daniel e deve ser entendido como o mesmo Queliabe, segundo filho de Davi, agora com Abigail, sua esposa. O primeiro filho de Davi foi Amnom que teve de Ainoã.
1 Estes foram os filhos de Davi que lhe nasceram em Hebrom: o primogênito Amnom, de Ainoã, a jizreelita; o segundo Daniel, de Abigail, a carmelita; 2 O terceiro Absalão, filho de Maacá, filha de Talmai, rei de Gesur; o quarto Adonias, filho de Hagite; 3 O quinto Sefatias, de Abital; o sexto Itreão, de Eglá, sua mulher. 4 Seis lhe nasceram em Hebrom, onde reinou sete anos e seis meses; e reinou trinta e três anos em Jerusalém. 5 Estes lhe nasceram em Jerusalém: Siméia, Sobabe, Natã e Salomão; estes quatro lhe nasceram de Bate-Sua, filha de Amiel. 6 Nasceram-lhe mais: Ibar, Elisama, Elifelete, 7 Nogá, Nefegue, Jafia, 8 Elisama, Eliadá e Elifelete, nove. 9Todos estes foram filhos de Davi, afora os filhos das concubinas; e Tamar foi irmã deles.

1. Nabal, um homem de Belial.
Nabal era rico - Possuía muitas ovelhas e cabras.
1 Sm 25.2 E havia um homem em Maom, que tinha as suas possessões no Carmelo; e era este homem mui poderoso, e tinha três mil ovelhas e mil cabras, e estava tosquiando as suas ovelhas no Carmelo.
Todos sabiam que Davi fora escolhido para ser rei em Lugar de Saul nesta época.
1 Sm 24.20 Agora, pois, eis que bem sei que certamente hás de reinar e que o reino de Israel há de ser firme na tua mão.
Os próprios servos de Nabal o achavam filho de belial e sua esposa também. Com certeza não defenderiam Nabal se Davi o atacasse. Se tornaram amigos de Davi e seus valentes.
1 Sm 25. 4 Porém um dentre os jovens o anunciou a Abigail, mulher de Nabal, dizendo: Eis que Davi enviou mensageiros desde o deserto a saudar o nosso amo; porém ele se lançou a eles. 
15 Todavia, aqueles homens têm-nos sido muito bons, e nunca fomos agravados deles, e nada nos faltou em todos os dias que conversamos com eles, quando estávamos no campo. 16 De muro em redor nos serviram, assim de dia como de noite, todos os dias que andamos com eles apascentando as ovelhas. 17 Olha, pois, agora, e vê o que hás de fazer porque já de todo determinado está o mal contra o nosso amo e contra toda a sua casa, e ele é um tal filho de Belial, que não há quem lhe possa falar.
Nabal:
Quando Davi e os seus soldados estavam se preparando para atravessarem a propriedade de Nabal, Davi enviou alguns homens à frente para perguntar a Nabal se ele podia lhes dar alguma coisa: alimento, lã, bebida, qualquer coisa; eles não faziam questão de escolher. Mas Nabal recusou-se a dar sequer um pouco de tempo. Xingou em voz alta e mandou-os embora com insultos. Que tolo!
Nabal devia lembrar-se que Davi tinha salvo a nação das ameaças de Golias e dos filisteus. Devia lembrar-se que o profeta Samuel tinha ungido a Davi para ser o próximo rei. Devia lembrar-se que, há muito tempo, Davi tinha protegido os homens e as propriedades de Nabal. Mas, se Nabal sabia algumas dessas coisas, não deu atenção. Além disso, Nabal recusou-se a recompensar o favor de Davi.
Então, Nabal era um criminoso? Fez ele alguma coisa ilegal ou imoral? De fato, não. Ele, simplesmente, sabotou a sua liderança por falta de habilidades de lidar com pessoas.
Nabal serve como protótipo de muitos pastores e líderes atuais. Como Nabal, ocupamos-nos tanto com as nossas próprias tarefas e a vida pessoal ao ponto de negligenciamos o único recurso eterno nesta terra: pessoas. Em que exatamente Nabal falhou para desenvolver habilidades de relacionamento saudável?
Por que Nabal falhou?
1. Nabal ficou rico e satisfeito e não pensou sobre a necessidade de construir relacionamentos (v. 2).
2. Nabal tornou-se egoísta e desconfiado de outros; não conseguia vencer o seu temperamento malvado (v. 3).
3. Nabal não deu nem recebeu encorajamento; ficou insensível a atitudes positivas (v. 6).
4. Nabal esqueceu como outros o tinham abençoado no passado; contava apenas as suas perdas (vs. 7-8).
5. Nabal minimizava pessoas e esquecia o nome delas; sua insegurança o impediu de ser generoso (v. 10).
6. Nabal não percebia motivos para ajudar outros; sofria de motivos centrados em si (v. 11).
7. Nabal desejava construir apenas o seu próprio "reino," não o Reino de Deus (v. II).

2. Davi recorre a Nabal e é desconsiderado.
Davi pediu ajuda por causa da fome de seus 600 homens. 
Eram 600 homens para alimentar. (1 Samuel 23.13. Levantou-se, então, Davi com os seus homens, cerca de seiscentos, e saíram de Queila, e foram-se aonde puderam. Saul, quando lhe foi anunciado que Davi escapara de Queila, deixou de sair contra ele -
1 Sm 22.2b Davi enviou dez homens somente para pegar alimento para seus homens - era pouca coisa para ajudar. Se Nabal desse só 10 ovelhas já seria suficiente. veja que Abigail só deu 5.

25.8, 9 — Davi enviou os seus guerreiros em bom dia, ou seja, em uma época em que a maioria das pessoas demonstra dose extra de generosidade. Dá, pois, a teus servos e a Davi, teu filho, o que achares à mão. Aparentemente, nenhum preço havia sido arbitrado pelos serviços oferecidos.
25.10 — Quem é Davi? Nabal fingiu que não conhecia Davi. Ele adicionou insulto à injúria sugerindo que Davi poderia ser apenas mais um servo fugitivo.
25.11-14 — Nabal morava em uma região onde a água era escassa (Js 15.19).

3. Davi resolve vingar a afronta.
1 Sm 25.13 Pelo que disse Davi aos seus homens: Cada um cinja a sua espada. E cada um cingiu a sua espada, e cingiu também Davi a sua; e subiram após Davi uns quatrocentos homens, e duzentos ficaram com a bagagem). 

II - ABIGAIL DEMONSTRA O SEU CARÁTER
1. Uma mulher prudente.
1 Sm 25.18 Então, Abigail se apressou, e tomou duzentos pães, e dois odres de vinho, e cinco ovelhas guisadas, e cinco medidas de trigo tostado, e cem cachos de passas, e duzentas pastas de 
figos passados, e os pôs sobre jumentos,

2. O caráter diligente e sábio.
Lições de relacionamento de Abigail
1. Iniciativa arriscada: Abigail deu o primeiro passo em direção a Davi para solucionar uma situação complicada.
2. Segurança emocional: Abigail demonstrou segurança interna na sua identidade.
3. Humildade genuína: Abigail submeteu-se a Davi, prostrando-se aos seus pés e buscando o seu favor.
4. Responsabilidade pessoal: Abigail assumiu responsabilidade por Nabal e explicou o mau comportamento dele.
5. Atitude desprendida: Abigail focou inteiramente o bem-estar e o futuro sucesso de Davi.
6. Espírito generoso: Abigail ofereceu a Davi e aos seus soldados a escolha de um presente para a viagem.
7. Abordagem sincera: Abigail pediu diretamente a Davi para perdoar Nabal.
8. Raciocínio rápido: Abigail sugeriu que Davi não seria bom se uma matança pesasse na sua consciência.
9. Perspectiva eterna: Abigail viu Davi e o relacionamento deles sob o ponto de vista divino.
10. Afirmação gentil: Abigail pensou no benefício de Davi e lhe falou palavras de encorajamento.

3. O caráter conciliador de Abigail.
Era conhecida por sua beleza física. Mostrou-se pronta e discreta nas medidas que tomou para afastar a indignação de Davi, violentamente excitado pelo tratamento insultante que seus mensageiros receberam da parte de Nabal, quando buscavam provisões. Apressadamente ela preparou um suprimento liberal de provisões, de que as tropas de Davi muito necessitavam, e saiu ao encontro dele com uns poucos servos, à sua frente. Davi estava a caminho para exterminar Nabal e tudo quanto ele tinha. A ação de Abigail abrandou a ira de Davi, ao ponto dele ver que estava exagerando, e que poderia ter cometido grande injustiça. A beleza e a prudência de Abigail impressionaram de tal modo Davi que, não muito tempo depois, quando Nabal falecera, ele mandou buscá-la para ser sua esposa (I Sam. 25:14-42). Dali por diante ela tornou-se sua companheira inseparável em todas as coisas, boas e más (1Sam. 27:3; 30:5; II Sam. 2:2).

III - O RESULTADO DO CARÁTER DE ABIGAIL
1. Davi foi aplacado por Abigail.
Abigail levou comida e mandou os jovens que conheciam Davi e seus valentes irem na frente para serem reconhecidos e não atacados, ela ia atrás deles e teria tempo de Davi a ver e conversar com ela.
1 Sm 25.19 e disse aos seus jovens: Ide adiante de mim, eis que vos seguirei de perto. Isso, porém, não declarou a seu marido Nabal.
Davi fala da ingratidão de Nabal. pelo menos deveria pagar com hospitalidade ao que deu hospitalidade aos seus funcionários. Davi fala em matar até o menino de Nabal e Abigail.
1 Sm 25.21 E disse Davi: Na verdade, em vão tenho guardado tudo quanto este tem no deserto, e nada lhe faltou de tudo quanto tem, e ele me pagou mal por bem. 22 Assim faça Deus aos inimigos de Davi e outro tanto, se eu deixar até à manhã, de tudo o que tem, mesmo até um menino.
Abigail fala a Davi para considerar a transgressão de Nabal como se fosse dela. Agora estava corrigindo o erro de seu marido.
1 Sm 25.24 E lançou-se a seus pés e disse: Ah! Senhor meu, minha seja a transgressão; deixa, pois, falar a tua serva aos teus ouvidos e ouve as palavras da tua serva.
Abigail chama seu esposo Nabal de homem de belial.
1 Sm 25.25 Meu senhor, agora não faça este homem de Belial, a saber, Nabal, impressão no seu coração, porque tal é ele qual é o seu nome. Nabal é o seu nome, e a loucura está com ele, e eu, 
tua serva, não vi os jovens de meu senhor, que enviaste.
Abigail dá a entender que se Davi tivesse mandado falar com ela nada daquilo estaria ocorrendo, pois seu marido não resolvia bem os assuntos por ali. Era um homem maligno, filho de belial.
1 Sm 25.25b, e eu, tua serva, não vi os jovens de meu senhor, que enviaste.
Abigail chama Davi de servo do SENHOR e diz que acredita que ele se tornará rei de Israel.
1 Sm 25.30 E há de ser que, usando o SENHOR com o meu senhor conforme todo o bem que já tem dito de ti e te tiver estabelecido chefe sobre Israel,

2. DEUS feriu Nabal.
Nabal morre após 10 dias do incidente. Obra de DEUS. Pode ser que a morte de Nabal se deu por um derrame já que seu coração ficou como pedra. o medo de ter quase morrido com um ataque fulminante de Davi pode ter-lhe causado um derrame que se tornou fatal em 10 dias.
1 Sm 25.38 E aconteceu que, passados quase dez dias, feriu o SENHOR a Nabal, e este morreu.

3. Davi toma Abigail por sua esposa.
Davi manda chamar Abigail para casar-se com ela.
1 Sm 25.40 Vindo, pois, os criados de Davi a Abigail, no Carmelo, lhe falaram, dizendo: Davi nos tem mandado a ti, para te tomar por sua mulher. 41 Então, ela se levantou, e se inclinou com o rosto em terra, e disse: Eis aqui a tua serva servirá de criada para lavar os pés dos criados de meu senhor. 42 E Abigail se apressou, e se levantou, e montou num jumento com as suas cinco moças que seguiam as suas pisadas; e ela seguiu os mensageiros de Davi e foi sua mulher. 43 Também tomou Davi a Ainoã de Jezreel, e também ambas foram suas mulheres.
O Adultério estava na vida de Davi. Começou e terminou assim. Começou com Abigail e terminou com Bate-seba.
Deuteronômio 17.17 - ordens para o rei - Tampouco multiplicará para si mulheres, para que o seu coração não se desvie; nem multiplicará muito para si a prata e o ouro. 
 DEUS nunca permitiu adultério. A lei já tinha condenado o adultério bem antes de Davi nascer. Êx 20. 14 Não adulterarás.
Davi casou com várias mulheres e teve várias concubinas. Salomão copiou esse mau caráter de seu pai multiplicando esposas e concubinas

Veja que ao se despedir de Davi, Abigail deu uma dica para ele. Lembra-te de mim... Abigail diz a Davi para se lembrar dela após tudo passar.

1 Sm 25.30 E há de ser que, usando o SENHOR com o meu senhor conforme todo o bem que já tem dito de ti e te tiver estabelecido chefe sobre Israel, 31 então, meu senhor, não te será por tropeço, nem por pesar no coração o sangue que sem causa derramaste, nem tampouco o haver-se salvado meu senhor a si mesmo; e, quando o SENHOR fizer bem a meu senhor, lembra-te, então, da tua serva.

AS ESPOSAS DO REI DAVI
De acordo com a Bíblia Sagrada Davi foi um homem polígamo. Teve oito esposas e mais de 20 filhos. Mas o interessante dessa história é que cinco delas eram originárias e as demais foram tomadas de outros homens. Vamos aos nomes das cônjuges do rei Davi.
Mical foi a primeira e única esposa singular de Davi. Filha do Rei Saul, casou-se com Davi quando ele ainda não era rei (1ª Samuel capítulo 18, vers. 20 em diante e cap. 19, vers. 11).
Pois bem. Como Saul queria matar Davi porque Deus havia entregue o reinado nas mãos dele, Mical ficou sabendo do plano assassino de seu pai e avisou tudo para ele, que fugiu de madrugada para não morrer e sua esposa ficou, em respeito ao seu pai. Para se vingar, Saul acabou com o casamento entre Davi e Mical, entregando-a para um outro homem chamado Palti. (1ª Samuel, cap. 25. vers. 44).
Mical amava demais a Davi e sofreu muito com a separação. Infelizmente Davi não teve filhos com ela porque o casamento durou pouco tempo.
A segunda esposa de Davi se chamava Abigail. Ora, Abigail foi casada com Nabal, um homem rico e muito avarento que desafiou o rei Davi. Nabal morreu doente e Davi se apoderou da mulher dele e se casou com ela (1ª Samuel cap. 25, versículo 36 em diante).
Desse relacionamento nasceu Quileabe (2ª Samuel, cap. 3, vers. 3).
A terceira esposa de Davi foi Ainoã. O interessante dessa história é que Ainoã era esposa de Saul (1ª Samuel, cap. 14, vers. 50) e quando ficou viúva, já que Saul se matou, Davi a tomou por mulher (1ª Samuel cap. 25, vers. 43).
Como não podia ser diferente, desse matrimônio nasceu Amnon, a primeira vergonha de Davi (2ª Samuel cap. 3, vers. 2). Amnon cometeu incesto e estuprou a própria irmã Tamá. Por causa disso foi assassinado pelo irmão Absalão (2ª Samuel 13, vers. 7 em diante). Mais um casamento de derrota do rei Davi e o primeiro filho problemático do rei.
O quarto casamento de Davi foi com Eglá e está registrado em 2ª Samuel, cap. 3, vers. 5. O interessante é que a Bíblia não diz como se iniciou esse relacionamento e nem como terminou.
Desse quarto relacionamento nasceu Itreão (2ª Samuel, cap. 3, vers. 5).
O quinto matrimônio de Davi foi com Maaca e está registrado em 2ª Samuel, cap. 3, vers. 3. Desse casamento nasceram dois filhos: Absalão e Tamá. Absalão foi o segundo filho que envergonhou o pai.
Pois bem. Tamá era uma mulher muito bonita e formosa e foi estuprada pelo irmão Amnon, filho de seu pai com Ainoã.
Absalão resolveu fazer justiça com as próprias mãos e se vingou de Amnom, matando-o e, por conseguinte, vingando o crime praticado contra sua também irmã.
Depois de cometer o crime de assassinato Absalão se refugiou na casa de seu avô materno Talmai, rei de Gesur.
Davi tinha dado ordens para não matarem seu filho, mas não foi obedecido e Absalão foi atingido por Joabe e depois morto por dez homens. Estava morto o rebelde Absalão. Tudo está escrito em 2ª Samuel do capítulo 13 ao 18.
Amnon e Absalão, dois filhos problemáticos, fruto de casamentos errados de Davi, um homem polígamo.
A sexta esposa de Davi se chamava Hagite. Não se tem muita informação desta mulher, mas alguns registros dão conta de que ela era uma dançarina muito bonita e Davi se encantou por ela. O início do relacionamento está registrado em 2ª Samuel, cap. 3, vers. 4
Desse casamento nasceu Adonias (2ª Samuel, cap. 3, vers. 4). O terceiro filho problemático de Davi. O que tentou se apoderar do trono de Israel quando seu pai estava velho (1ª Reis, cap. 1).
Diz a Bíblia que com a morte de Amnon e Absalão, Adonias passou a ser o filho mais velho de Davi e o primeiro na ordem sucessiva. Era ele quem deveria assumir o trono quando Davi falecesse.
Acontece que, quando Davi já estava bem velhinho e sem condições físicas de reinar, já que a saúde não permitia, seu filho Adonias vendo aquela situação resolveu usurpar o trono e assumiu o reinado, mesmo sem o consentimento do pai (1ª Reis, cap. 1).
Só que, conforme irei descrever no oitavo casamento de Davi, Betsaba não aceitou essa situação e fez seu esposo jurar por Deus que o rei seria seu filho Salomão. Com isso, Adonias foi destronado e quem assumiu foi realmente seu irmão Salomão.
Por causa disso, Adonias foi assassinado pelo irmão Salomão. Mais uma tragédia na família de Davi. O terceiro filho da perdição. Irmão matando irmão (1ª Reis, cap. 2, vers. 13 ao 25).
O sétimo casamento de Davi ocorreu com Habital. Esse matrimônio está registrado em 2ª Samuel, cap. 3, vers. 4 e da mesma forma a Bíblia não diz como se iniciou esse relacionamento.
Dessa união nasceu Sefatias (2ª Samuel, cap. 3, vers. 4).

E por fim, o oitavo casamento de Davi se deu com Betsaba ou Bate-seba Essa mulher era esposa de Urias, soldado fiel de Davi e a que mais o encantou. Veja que Davi já havia se casado sete vezes e mesmo assim não era feliz.
Dessa relação sexual ilícita nasceu o quarto filho da perdição e a partir daí a vida do rei só piorou, pois Deus não aceitou esse pecado e matou o filho de Davi (2ª Samuel, cap. 11, versículo 26 em diante). Toda a sua família foi destruída pelo mal, como exposto acima.
Desse oitavo e último casamento nasceram: a criança que morreu e que a bíblia não diz o nome, Simeia, Sobabe, Natã e Salomão. (a criança sem nome foi o quarto filho problemático de Davi e Salomão foi o quinto).

Exibições: 2

Comentar

Você precisa ser um membro de TvMissionaria.org para adicionar comentários!

Entrar em TvMissionaria.org

© 2017   Criado por Gladson e Mary - TvMissionaria.   Ativado por

BANNERS  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço